Um mundo cheio de cor... Entre e saboreie! | Criações de Bianca Reis

*** Peças únicas para pessoas únicas ***



quarta-feira, 4 de agosto de 2010

♥ Mala Patch #13 | PEÇA ÚNICA | INDISPONÍVEL ♥

Mala toda em pacthwork com diversos padrões 100% algodão. 
Toda estrururada!
Fecha com botão magnético e possui 2 bolsos internos.
Mede aproximadamente: 64 cm de largura, 32 cm de altura e 24 cm as alças (para usar ao ombro ou na mão)
 

Preço de lançamento: 45 pipoquitas com oferta dos portes de envio
(apenas para esta peça)
| Valor das próximas peças deste modelo : 50 pipoquitas + portes de envio |

Quer encomendar? Clique aqui!

2 comentários:

Susana Rodrigues disse...

As suas peças estão com preços muiiiito altos =/

Já comprei em tempos, mas agora venho só ver...é pena, mas é impossível comprar, não está acessível.

De qualquer forma, faz um bom trabalho!

Susana Rodrigues

[ Pi-po-qui-tas ] disse...

Olá Susana,

Aceito a sua colocação, mas gostaria de ressaltar que só apenas alguns modelos de malas, mais precisamente em patchwork (que é um trabalho minucioso e delicado) o preço tem vindo a ser superior.

O formato de mala que costumava comprar, o preço não aumentou, pelo contrário, por muito tempo pratiquei um preço bem abaixo do que estava acostumada a praticar. Era 35€ e por uns 2 anos estive a vender por 28€.

Sei que nem todos entendem e valorizam uma peça artesanal e única, mas também não posso deixar de dizer que não posso desvalorizar uma peça que levo 7/8 horas para fazer... as vezes um dia inteiro ou mais... Ao meu ver não acho caro pagar 45/50 euros numa peça UNICA e feita à mão, e que sei que ninguém mais vai ter igual.

Se fizer uma pesquisa de mercado de boas peças em patchwork, você não vai encontrar uma mala por menos de 100/150 euros e eu vendo por 45€, no máximo 60€ com porta-chaves, porta-telemóvel e etc...

Também acho que, se as peças tivessem um valor assim tão exorbitante, não as venderia tão rapidamente...

Antes eu replicava todas as malas e cheguei a fazer para mais de 50 exemplares de um mesmo modelo, mas vou lhe ser sincera, não estava a sentir prazer nenhum em fazer este tipo de trabalho... Bem dizer ter de fazer malas em série!
Monetariamente posso te dizer que compensava para ambos os lados, mas onde estava o meu prazer de CRIAÇÃO?

Enfim, aos poucos estou encontrando de facto a minha identidade... E é assim que quero trabalhar a partir de hoje, com peças únicas para pessoas únicas!

Ganho menos e trabalho mais, mas faço com puro prazer e amor! Dou o meu melhor em cada detalhe, levo horas e mais horas para compor uma mistura de padrões, desmancho se não estiver do jeito que deve de ser e volto a fazer tudo de novo se for preciso! Isto sim é trabalho manual, é trabalho artesanal... E me entristece quando as pessoas não sabem diferenciar um trabalho do outro... Se pudesse ver as novas malas nas mãos, saberia o porque deste tipo de trabalho ser mais caro.

Tenho trabalhado com bons materiais, apostado e me dedicado cada vez mais nos acabamentos, investido em máquinas, formações... enfim, a minha meta é sempre melhorar, progredir com o meu trabalho e alcançar o nível máximo de satisfação das minhas clientes, e não só, o meu também tanto a nível profissional como pessoal.

Bem é isso, peço desculpa o desabafo, ms acho que tinha todo o direito de me justificar.

Beijinhos,

Bia